segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

ANJA

ESTOU LOUCO NO TEMPO
NÃO SEI O QUE QUERO,
NEM O QUE DESEJO
MAS, ALMEJO
O QUE VEM...
VEM AGORA.
NÃO ESTOU AQUI, 
MAS NÃO ME DEIXE SÓ
MEU SER...
INDISCUTIVELMENTE SINTO FALTA
TEU SURRURRO
TEU BEIJO
DESEJO
VAI, BUSCA
O QUE ENCONTRO
ENCONTRAREI TU
LOUCO, LOUCAMENTE
NÃO ME DEIXE
VEM...
VAI
ESTOU AQUI
AINDA QUE NÃO ME SINTA
ESTOU
NÃO ME DEIXE.


2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo, queria ter espírito tão puro e doce quanto o teu.
    Hoje as crianças sorriem e se encantam com você. Amanhã não sei quem as fará assim.
    Que tudo isso dure bastante.
    Que teus pensamentos e palavras possam buscar cada um de nós, seres humanos tão fatigados pela dura rima dos dias, imersos na linguagem sem vida que habita em todos.

    ResponderExcluir

você gostou, comente.